Pular para o conteúdo principal

Ponto de venda PDV – Saiba como funciona


O que é um PDV (Ponto de Venda)?

Atualmente na maioria das empresas existem o Ponto de Venda (PDV), em resumo um PDV é um conjunto de equipamentos e softwares que tem a capacidade de processar pagamentos presenciais. É o local em que seu cliente faz um pagamento dos produtos ou serviços adquiridos em sua loja física.

Os “PDV,s” de hoje em dia se modernizaram muito tanto podem ser constituído com um conjunto de equipamentos  como podem ter um único equipamento que faz praticamente todo o serviço de Frente de Caixa, que permitem processar transações voltadas para o cliente com eficiência e otimizar processos da empresa ligados às suas vendas.

E muitos dos “PDV’s” podem variar a aparência e funcionalidades dependendo da tecnologia utilizada, quais os métodos de pagamentos serão utilizados, se haverá a impressão de cupons, recibos, se ele vai ser integrado com o estoque e muitas outras configurações e tecnologias possíveis.

A antiga caixa registradora ou o Antigo PDV

Há algumas décadas atrás o sistema de ponto de venda era uma caixa registradora, as primeiras caixas registradoras não conseguiam ao menos identificar o valor do produto, os valores eram fixos por etiquetas de preços onde o operador do caixa digitava na máquina manualmente, os clientes entregavam o dinheiro onde era colocado na gaveta de dinheiro que geralmente ficava abaixo da caixa registradora. Em alguns casos o único registro da transação seria a cópia da somatória dos valores impresso em uma bobina de papel do caixa.

À medida que os sistemas foram se desenvolvendo eles se tornaram mais informatizados, armazenando dados de produtos em um servidor, incluíram mais componentes como o leitor de código de barras para que não haja a necessidade da entrada manual dos preços dos produtos além de armazenar os detalhes da transação automaticamente.

As coisas estão muito mais sofisticadas hoje em dia. Enquanto algumas empresas ainda utilizam o sistema descrito acima, muito estão inovando com equipamentos touch screen, também, bluetooth, wifi, praticamente sem fios e com sistemas muito mais avançados baseados em nuvem onde os dados são armazenados online.

Os principais componentes de um PDV (Ponto de Venda)

Os sistemas modernos de PDV consistem em softwares e componentes. O software é onde registra, processa e armazena detalhes da transação, os componentes são os hardwares, leitores de código de barrasgaveta de dinheirobalançaspin padsat fiscalmonitoresimpressoras térmicas, entre outros.

Sistemas de PDV

Todos os sistemas de PDV modernos tem uma interface para o controle de vendas e um do lado do operador geralmente chamado de backoffice ou dashboard onde tem as funções analíticas e de gerenciamento, é acessado separadamente no aplicativo do dispositivo ou em um computador, smartphones, etc.

Independente do tipo de sistema de PDV as duas interfaces serão sincronizadas e existem duas maneiras pelas quais os dados serão armazenados:

Local:  O software será instalado no local em uma máquina (computador físico), geralmente irá precisar de comprar a licença do software e deverá ser atualizado manualmente e como será instalado em uma rede interna (intranet) provavelmente não será necessário acesso a internet.

Online (em Nuvem): O software é totalmente online armazenado em um servidor de internet e permite acesso de qualquer navegador, geralmente mantido atualizado e não é necessário comprar a licença pois a cobrança do serviço é realizada mensalmente.

Componentes de Hardware

Monitor ou tablet: monitores touch screen ou monitor separado do teclado programável, ou PDV integrado móvel como esse por exemplo Ponto de Venda PDV Smart Mobile Tanca TSM-1000

Teclado programável: existem vários tipos de teclados programáveis, ver o post:  Teclado Programável: saiba o que é e como utilizar em seu PDV – mas como disse acima existem monitores touch screen que não há necessidade do teclado programável deixando seu PDV visualmente mais limpo.

Gaveta de Dinheiro: ela é usada para guardar dinheiro, recibos, cheques, mas atualmente com a modernização dos pagamentos frequentemente efetuados por cartão de crédito e meios de pagamentos online em alguns estabelecimentos modernos já não estão mais utilizando as famosas gavetas de dinheiro, - Gaveta de dinheiro: veja as dicas e como funciona - mas ainda estão longe de ser extintas da maioria dos estabelecimentos comerciais, pois o pagamento em dinheiro ainda é muito recorrente.

Impressora Não Fiscal: as impressoras são utilizadas para imprimir o cupom de venda, recibos e comprovantes, como os de trocas por exemplo, também em alguns estabelecimentos servem para a impressão do fechamento do caixa. As impressoras também estão cada vez mais modernas, em alguns PDVs elas já estão embutidas no equipamento em outros nem utilizam pois enviam os comprovantes através de mensagem SMS ou E-mail. Saiba um pouco mais sobre impressoras térmicas

Leitor de Código de barras: extremamente importante se você quer otimizar o tempo e ter um melhor controle dentro de seu estabelecimento. Em estabelecimentos com muitos produtos diferentes fica inviável efetuar um controle manualmente, geralmente ele é vinculado ao sistema de PDV e também com o estoque. Saiba mais sobre leitores aqui

Maquinha de cartão ou Pin Pad: será onde seu cliente irá efetuar o pagamento via cartões tanto de crédito quanto de débito, alguns sistemas de PDV será necessário a inclusão do pin pad onde este faz as transações entre cartão e instituição bancário, em outros casos pode se contratar as maquinhas diretamente com as instituições bancárias onde são disponibilizadas as “maquenetas” geralmente em comodato. Veja mais sobre pin pad.

Se tratando de supermercados existem outros equipamentos que podem compor o PDV:

Balcão Checkout: é onde são instalados os equipamentos do PDV, monitor, gaveta, teclado, leitor, pin-pad, os clientes passarão por ali com suas compras para serem registradas e realizar os pagamentos.

Leitor Fixo: é um leitor de código de barras que se mantém fixo no balcão checkout, ele tem uma leitura mais eficiente e é muito mais prático para o operador do caixa, agilizando o atendimento ao cliente – ver mais leitor de código de barras fixo

Balança: atualmente nos supermercados modernos os produtos pesáveis são checados no próprio caixa, alguns utilizam balanças eletrônicas conectadas ao sistema PDV outros balanças checkout já acoplado ao balcão, esse equipamento facilita muito para o cliente, pois ele não precisará efetuar a pesagem em outro local dentro do estabelecimento;

Ainda sim existem centenas de softwares de PDV, e milhares de equipamentos modernos para seu negócio e para escolher os melhores equipamento e o melhores software deixamos aqui: 

5 dicas para analisar antes de adquirir seu PDV.

  1. Verifique a tecnologia que vai utilizar: existem no mercado vários sistemas de PDV que rodam em tablets e até mesmo em smartphones, se está procurando algo moderno e barato esse é o caminho. Faça uma lista de quais funções serão prioridade em sua empresa exemplo: um auto atendimento, recebimentos em cartões, recebimentos em carteiras eletrônicas, e assim por diante.

 

  1. Qual o seu público: não adianta encher seu estabelecimento de tecnologia se os clientes não são tão tecnológicos assim, mesmo nos dias atuais com tanta tecnologia a disposição de todos, muitos ainda tem bastante dificuldade em acessa-las.

 

 

  1. Qual o tamanho da sua empresa: se for um supermercado já sabe que o PDV deverá ser conectado ao seu estoque, financeiro e outros setores, deverá ter equipamentos como leitores de código de barras, monitores, pin pad, entre outros, mas se seu estabelecimento é uma pequena loja de roupas, talvez precise somente de um único equipamento (ver equipamento móvel para PDV)- ou até mesmo um tablet com um sistema em nuvem.

 

  1. Certifique sobre a compatibilidade do software sobre os hardwares: a maioria dos equipamentos são compatíveis com os softwares atuais, porém alguns desenvolvedores fecham parcerias com algumas marcas de equipamentos, sendo assim você poderá ficar refém de alguma marca especifica limitando você em adquirir equipamentos mais modernos e mais baratos;

 

 

  1. Facilidades do software de PDV: analise também se o software de PDV se tem um bom suporte ao cliente e se é fácil e intuitivo para sua equipe e para os clientes, isso vai ajudar na hora de contratar novos funcionários economizando tempo e dinheiro com treinamentos, e por outro lado, a agilidade e rapidez do sistema no atendimento ao cliente, sabemos que o cliente também não quer perder tempo em filas, esse é um ponto importante a ser observado.

 

A i9 automação comercial tem todos os equipamentos para PDV que você precisa, do mais simples e barato aos modernos, trabalhamos com as principais marcas do mercado. Confira em nosso site: i9automacaocomercial.com.br
Se precisar de um orçamento especifico entre em contato por Whatsapp ou no Chat Online.

Ou através do nosso e-mail: atendimento@i9automacaocomercial.com.br

Antes de comprar em qualquer lugar consulte-nos, a experiência e agilidade no atendimento vai te surpreender.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saiba sobre a importância da contabilidade gerencial

A importância da Contabilidade GerencialMuito se fala no Brasil em economia tributária, o que é importante dentro de um processo de planejamento e elisão fiscal. Inclusive, este é o tema que circunda a gestão das empresas, principalmente as de cunho familiar. A contabilidade dentro das empresas é vista como uma despesa e não investimento, o que desabona e desvaloriza a profissão e por consequência os escritórios contábeis. Por que é assim? A contabilidade brasileiraé extremamente fiscal e pouco gerencial com muitas regras normatizadas por legislação e regulamentos fiscais, como é o caso das regras e taxas de depreciação que estão no regulamento do imposto de renda RIR/1999.Mas a contabilidade foi criada para controle de transações e registros dos atos de uma entidade empresarial. As partidas dobradas são totalmente eficientes para controle e exatidão das informações financeiras e controle patrimonial.
Desta forma, a contabilidade é a principal ferramenta gerencial, pois se todas as tran…

Conheça o Inventor do Código de Barras

Primeiro o Código de Barras e depois o Leitor de Código de Barras, confira essa breve história de como surgiu os códigos de barrasCertamente você já deve ter visto um código de barras em algum produto nos supermercados ou lojas, mas você sabe como ele foi inventado? Sabe como funciona exatamente? Então confira abaixo para saber um pouco sobre o código de barras  - Leitor de código de barras. O código de barras foi inventado em 1949 por Norman Joseph Woodland resultado de uma mente brilhante e de um pensamento inspirado. No entanto as faixas em preto e branco só foram utilizadas 25 anos depois, devido às limitações tecnológicas disponíveis na época. Woodland nasceu em Atlantic City, Nova Jersey em 1921 e estudou engenharia mecânica na Universidade Drexel da Filadélfia. Um dia em 1948 um dono de uma rede de supermercados foi até o campus da universidade e descreveu seu desejo por uma maneira simples de incluir códigos nos produtos para sua classificação, preço e checkout. Seu colega Berna…

Teclado Programável: saiba o que é e como utilizar

O que é um teclado programável?Umteclado programável normalmente já vem com um esquema de teclas padrão igual a maioria dos teclados existentes. Mas o que é um teclado Programável e o que difere de um teclado tradicional?  Um teclado programável vem com muitas das teclas padrão que você vê em um teclado normal. Mas eles também incluem chaves em branco que podem ser configuradas para armazenar dados importantes para seu negócio e usar a nomenclatura usada para administrar seu negócio. Por exemplo, você pode indicar uma tecla em branco específica para representar o "total" de um pedido que você inclui no sistema. Isso economiza tempo, porque você não precisa mais pressionar a tecla do sinal de adição para chegar ao total do pedido. Em vez disso, basta pressionar o botão "total" que você configurou de acordo com suas necessidades. Esses botões configuráveis são programados para enviar um código ou outros dados especificados de volta ao sistema geral do PDV. Esses dados s…